Segunda etapa do Dia D de vacinação antirrábica acontece neste sábado em Crato

06.Dezembro.2018/18:52

Foto: Divulgação

A Campanha de Vacinação Antirrábica vai até o próximo dia 23 de dezembro. Em Crato, a Secretaria de Saúde promoverá, no próximo sábado (08), mais um momento com pontos de imunização em diversos locais da cidade.

No último dia 24 de novembro aconteceu, a primeira etapa do Dia D de vacinação em 30 pontos do município, onde foram vacinados mais de 8.500 cães e gatos. A meta é vacinar 13 mil até o fim da campanha.

As vacinações continuam sendo disponibilizadas no Centro de Controle de Zoonoses, de segunda a sexta, das 8h às 16h, e no próximo sábado, dia 8, mais postos estarão a disposição da comunidade.

A Coordenadora Especial da Vigilância em Saúde, Arlene Sampaio, ressalta que a meta de vacinação antirrábica do município do Crato é de 13 mil animais. “É muito importante cuidar da saúde do seu bichinho, bem como da saúde em geral, a raiva é uma zoonose e pode ser muito perigosa para os humanos”, alerta.

A vacina antirrábica é segura, gratuita e a melhor forma de manter seu animal de estimação protegido e com saúde. A partir dos três meses de idade, os filhotes já podem ser imunizados.

As localidades e seus respectivos postos de vacinação da segunda etapa do Dia D, que será no sábado, 08 de dezembro, serão os seguintes:

NOVO CRATO – BAR DO EDIMILSON (GRENDENE)

SERTÃOZINHO – ESCOLA ÁLVARO MADEIRA

ALTO DA PENHA – CENTRO DE NUTRIÇÃO

VILA LOBO – POSTO DE SAÚDE

MURITI CRAS – MURITI

ZACARIAS GONÇALVES – POSTO DE SAÚDE EDITE MARIANO

PARQUE GRANGEIRO – PRACINHA DA VILA NOVO HORIZONTE / POSTO ALCIDES PEIXOTO/ UBS VILA GREGÓRIO/VILA NOVA

SANTA FÉ – PRAÇA DO DISTRITO DE SANTA FÉ

MONTE ALVERNE – POSTO DE SAÚDE DO DISTRITO DE MONTE ALVERNE

DOM QUINTINO- PRACINHA DA IGREJA

PONTA DA SERRA – PRACINHA DA IGREJA

VILA SÃO BENTO – POSTO DE SAÚDE DA VILA SÃO BENTO

VILA PADRE CÍCERO – POSTO DE SAÚDE DA VILA PADRE CÍCERO

BAIXIO DAS PALMEIRAS – POSTO DE SAÚDE

BAIXIO DO MUQUÉM – POSTO DE SAÚDE

SANTA ROSA – POSTO DE SAÚDE DA SANTA ROSA

Fonte. Portal Badalo

Anúncios

CT Praxedão será a casa do Barbalha na pré-temporada

CT Praxedão será a casa do Barbalha na Pré-temporada.

Com a novela sobre a reforma do estádio Lírio Callou, O Inaldão, o Barbalha foi em busca de outra opção para realizar os trabalhos de pré-temporada. Depois de ver inúmeras situações, a diretoria confirmou que irá iniciar os treinamentos visando 2019 no CT Praxedão. O acordo foi firmado coma diretoria do Icasa, mas os detalhes não foram divulgados. Os dirigentes da Raposa esperam ter o Inaldão a disposição novamente no começo de janeiro.

O estádio Lírio Callou necessita de reformas para adequar algumas situações apontadas pela Federação Cearense de Futebol. Em julho deste ano, o governador Camilo Santana, por ocasião da inauguração da sede do Raio em Barbalha, anunciou que iria realizar uma reforma no Inaldão. O problema é que até agora a reforma nem começou. Funcionários da Secretaria de Esportes do Estado estiveram no estádio e a previsão era que a reforma começasse ainda em novembro, mas isso não ocorreu.

A diretoria do Barbalha demonstra preocupação com esse atraso devido ao início do Campeonato Cearense está marcado para o dia 06 de janeiro de 2019. A cada dia sem iniciar a reforma, mais difícil fica de acreditar que a Raposa Caririense vai estrear na competição jogando em casa.

A pré-temporada do Barbalha está marcada para iniciar na próxima segunda-feira(10).

Fonte: Portal Badalo

Avianca Brasil encontra-se endividada e pode devolver aeronaves alugadas

Foto: Reprodução

Ao menos duas empresas que arrendam aeronaves para a Avianca Brasil entraram na Justiça contra a companhia aérea para pedir a retomada dos aviões por falta de pagamento. No caso mais recente, a subsidiária irlandesa da BOC Aviation venceu, em primeira instância, processo contra a aérea para reaver dois Airbus A320-251N (neo). A Avianca recorreu da sentença.

O despacho da decisão, de 26 de novembro, autoriza “a requisição de reforço policial e ordem de arrombamento, se necessário”. O juiz Cesar Augusto Vieira Macedo negou pedido da Avianca para que o processo tramite em segredo de Justiça. Foi apurado que pessoas familiarizadas com a ação judicial que o pagamento não era feito havia pelo menos dois meses. O valor da causa é de R$ 3,5 milhões.

A empresa tinha, em junho, R$ 1,168 bilhão em dívidas com vencimento no prazo de até um ano, segundo as demonstrações contábeis apresentadas à Anac (órgão regulador do setor aéreo).

O capital circulante líquido na época era negativo. “Isso significa que a companhia tinha mais a pagar que a receber no período de um ano. O valor devido em empréstimos financeiros era alto”, diz Michael Viriato, professor do Insper.

“Parte dos R$ 306 milhões de financiamentos a pagar tinha juros de 7,2% ao ano mais o CDI [Certificado de Depósito Interbancário]. É uma taxa bastante elevada”, observa.

“Os arrendamentos se tornaram mais volumosos no último ano, e a dívida é elevada se comparada com o fluxo de caixa [até o segundo trimestre de 2018]”, afirma Marcos Piellusch, da FIA. Pelos seus cálculos, o Ebitda da empresa no segundo trimestre estava negativo em R$ 240,49 milhões.

A companhia já acumula prejuízos em vários trimestres de 2018. A saída cogitada se a situação se agravar é pedir a Recuperação Judicial, como forma de evitar uma possível falência, aliás, se a companhia está sem seus aviões é preciso cancelar os voos, causando uma série de problemas operacionais.

Pessoas ligadas ao setor aeronáutico dizem que a companhia aérea cogita pedir recuperação judicial nos próximos dias. Procurada, a Avianca Brasil negou que entrará em tal processo. A empresa afirma que “negociações fazem parte da rotina de qualquer empresa para otimização de resultados e […] que os processos estão evoluindo dentro das expectativas.”.

Aviões são apreendidos no Aeroporto de Brasília

Por determinação judicial, dois aviões da Avianca Brasil foram apreendidos na noite desta quarta-feira (5/12) no aeroporto internacional de Brasília. Oficiais de Justiça cumpriram decisão da 31ª Vara Cível de São Paulo em favor de uma das credoras da empresa aérea, a Boc Aviation Limited.

“Expeçam-se com urgência cartas precatórias de caráter itinerante para citação da ré e busca e apreensão dos bens descritos na petição inicial [aeronaves Airbus 320-251N, registros PR-OBQ e PR-OBR], bem como seus motores, outros equipamentos, itens e acessórios delas integrantes, e documentação completa”, informa a sentença.

Por meio de nota e procurada pela reportagem, a Avianca Brasil não menciona a reintegração de posse das aeronaves em Brasília e a decisão em favor da Constitution Aircraft . A companhia área também nega que possa entrar com o pedido de recuperação judicial para evitar a cobrança das dívidas pelos dois credores.

FONTE Revista Aeroflap

Ação promove o Geopark Araripe para os caririenses

“O Geopark é Nosso”! Esse é o nome do projeto que reuniu diversas instituições em torno da divulgação das ações e importância e sustentabilidade do Geopark Araripe. O evento, ocorrido na manhã desta quinta-feira (6), no Campus Crajubar da Universidade Regional do Cariri (URCA), em Juazeiro do Norte. A iniciativa visa levar ao público, especialmente para os caririenses, a importância do equipamento e promover a sensação de pertencimento.

O Geopark Araripe é uma cadeia complexa que envolve desde a paleontologia até religiosidade, passando pelos fósseis, matas e muitos outros elementos de difícil composição, que o Cariri dispõe. A realização do evento proporciona ao público amplo o conhecimento desses valores que merecem o despertar da população para a riqueza material, cultura e natural encontradas em poucos lugares do Mundo.

Esse é o primeiro de muitos que devem ocorrer, conforme revela a coordenadora de desenvolvimento sustentável do Geopark, Jeanne Sidrim. Em fevereiro, a cidade do Crato sediará a segunda edição do “O Geopark é Nosso”, que terá a Geologia e Paleontologia como temas centrais dos debates. A coordenadora destaca também que além da comunidade escolar e acadêmica a intenção é criar elos para a aproximação entre a população dos municípios onde está o equipamento.

Entre os parceiros nesse evento, a Unileão esteve presente fazendo força para a promoção do Geopark. Para a coordenadora de projetos da Unileão, Alessandra Anastácio, há a necessidade de promover o equipamento e as parcerias como a firmada com a Unileão é essencial para levar ao público essas informações através da publicidade e trabalho que fortaleçam a cultura de preservação. Com Informações Portal Badalo

Em Juazeiro, mulher é flagrada entupindo cadeados de lotéricas com super cola; vídeo

Em Juazeiro, mulher é flagrada entupindo cadeados de lotéricas com super cola (Foto: Reprodução)
Por Alana Soares/Agência Miséria

Uma mulher foi flagrada entupindo com “super cola” cadeados e fechaduras de portões de pelo menos duas casa lotéricas no centro de Juazeiro do Norte. O fato aconteceu neste domingo, 02, e imagens do momento foram divulgadas por sócios de uma das lotéricas. Veja abaixo.

O flagrante foi filmado por câmeras de segurança, que mostra o momento exato que a suspeita chega em uma bicicleta e segue até os cadeados.

Esta não seria a primeira vez que este tipo de vandalismo acontece em casa lotéricas juazeirenses, segundo informou o site Cariri Notícias CE.

Repórter demitida da Globo revela ter sofrido preconceito na emissora

“Você só deveria fazer uma chapinha nesse cabelo, né?”, ouviu a jornalista

A jornalista Camila Silva foi demitida da Rede Globo no início de novembro e substituída por Mari Palma, no departamento de jornalismo esportivo da emissora.

Em conversa com o UOL, Camila revelou detalhes sobre o seu desligamento e contou casos de preconceito que sofreu dentro da empresa.

“Fui dispensada na quarta-feira, dia 7, com a explicação de que me esforcei mas que o esporte não está na minha veia e que toda vez que falo disso parece que tenho um ‘gap’. Essas foram as palavras. Cada um enxerga as coisas de um jeito. Pode parecer arrogância, mas prefiro os comentários de quem gosta do meu trabalho e que sempre diz que assistia ao programa por causa das minhas reportagens”, contou.

+ Ivete Sangalo dispara: ‘Não faço nada esperando agradar alguém’

Camila trabalhou com matérias para o Globo Esporte SP, desde o fim de 2016, e cobria o dia a dia dos grandes clubes da capital. A jornalista foi “temporariamente transferida” para trabalhar durante a madrugada e fazia entradas no matinal Bom Dia São Paulo. O foco eram sempre conteúdos sobre esportes.

“Quando fui trabalhar na madrugada, um cinegrafista muito amigo meu perguntou: ‘Vão te colocar na madrugada? Essa gente está maluca? De noite, como vão fazer para trabalhar a luz com você?’. A preocupação dele era que eu era negra e que eu não ia aparecer. Obviamente deu tudo certo, mas quando ele falou pensei: ‘O que as pessoas acham que eu sou? Eu sou só negra’, mas estamos interiorizados com a história de as pessoas que trabalham no vídeo serem brancas.”

E revelou ainda: “No Rio, um cinegrafista falou para mim: ‘Você é muito bonita, eu já te vi no vídeo, você trabalha muito bem, tem feito coisas muito boas. Você só deveria fazer uma chapinha nesse cabelo, né?’. A gente fica até sem palavras. As pessoas são ruins? Não acho isso. Mas elas têm isso interiorizado e nem se dão conta.”

“Eu era a única mulher durante uma coletiva de imprensa do Corinthians. Dois homens começaram a brigar e um falou: ‘O que foi? Está naqueles dias? Está de ‘chico’ [apelido para menstruação]? Está assim, parecendo mulherzinha?’. Eu falei: ‘Vocês estão com algum problema psicológico? Porque esse comentário não faz o menor sentido’. As pessoas nem fazem ideia do quão preconceituosas elas podem ser com mulheres”, contou a jornalista.

Black Friday gera desconfiança em mais de 60% dos brasileiros

Além disso, praticamente todos os entrevistados na pesquisa da SPC (87,2%) afirmaram que fazem buscas para saber a reputação da loja online

As promoções da Black Friday, que acontece na próxima sexta-feira (23), ainda geram muita desconfiança entre os brasileiros. De acordo com pesquisa da SPC Brasil, 63,8% tem medo de ser vítima de fraudes com roubo de dados bancários ou clonagem de cartões durante o período de promoção.

Além disso, praticamente todos os entrevistados na pesquisa da SPC (87,2%) afirmaram que fazem buscas para saber a reputação da loja online antes de fazer suas compras. Segundo pesquisa do site Reclame Aqui, 49% dos brasileiros consideram as liquidações do período totalmente confiáveis.

+ Bolsonaro precisa rever Orçamento para implantar reforma ministerial

Para o presidente do Reclame Aqui, Mauricio Vargas, a aceitação do consumidor melhorou desde que a Black Friday chegou no Brasil. “O brasileiro está pesquisando mais antes de comprar do que há alguns anos e, ao mesmo tempo, as maiores empresas estão consertando seus erros do passado. Acredito que será uma Black Friday melhor em comparação a outros anos”, diz.

Além das promoções maquiadas (quando a loja aumenta o preço antes do Black Friday para depois reduzi-los), os consumidores também devem ficar atentos a golpes na internet.

Mensagens distribuídas por WhatsApp, que oferecem desconto em passagens aéreas, de acordo com o site Reclame Aqui, tem sido usadas para capturar o email e, em seguida, dados bancários de consumidores.

A empresa de cibersegurança Kaspersky Lab descobriu um golpe que estava sendo disseminado pelo Facebook e também envolvia o período de promoções.

Os posts de uma suposta empresa oferecia um cartão de crédito Black com baixa anuidade. Além do roubo de dados, os golpistas levavam R$ 34,90, valor que as vítimas pagavam via boleto para terem acesso ao cartão.

GOLPES E FRAUDES

– Não clique em links desconhecidos, mesmo os recebidos por amigos e familiares. Eles podem baixar malware em seu dispositivo ou direcioná-lo para páginas que coletam dados pessoais;

– Verifique quem é o dono do site. Encontrou um site desconhecido com ofertas tentadoras? Antes de comprar, consulte a lista do PROCON e também o Registro.br, na sessão “Whois”, que informa quem registrou o site. Golpistas geralmente usam endereços de e-mail gratuitos para registrar o domínio (Hotmail, Gmail, etc);

– Desconfie de mensagens SMS e anúncios no Facebook. Essa é a mais nova modalidade dos golpistas. Para confirmar se a oferta exibida na rede social é real, entre no site oficial do varejista e busque o produto anunciado;

– Não faça transações comerciais ou bancárias online enquanto estiver conectado a uma rede Wi-Fi pública;

– Instale em seu dispositivo uma solução de segurança que tenha tecnologias integradas para evitar fraudes financeiras.

NÃO ESQUEÇA SEUS DIREITOS

– O produto pode ser trocado se vier com defeito;

– O prazo para desistir da compra feita online é de sete dias;

– A troca do produto não é obrigatória, a não ser que a loja se comprometa. Fique de olho nas políticas de trocas dos e-commmerces;

– Se houve atraso na entrega do produto, o cliente deve exigir seu direito, o ressarcimento do dinheiro pago ou a substituição do produto;

– Código de defesa do consumidor não é válido do caso de compras feitas diretamente de pessoas físicas. Com informações da Folhapress.

Escolha de Bolsonaro para a Educação gera crise com bancada evangélica

Nome de Mozart Neves Ramos foi ventilado ontem (21); com a pressão por uma desistência do educador, o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez foi chamado às pressas

A escolha do futuro ministro da Educação do governo de Jair Bolsonaro (PSL) gerou uma crise da equipe de transição do presidente eleito com a bancada evangélica no Congresso.

O nome de Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, definido por Bolsonaro para assumir o cargo, causou reação de deputados contrários à seleção – Ramos é tido como moderado entre funcionários do ministério.

Com a pressão por uma desistência do educador, o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez foi chamado às pressas de Juiz de Fora (MG) para conversar com Bolsonaro nesta quarta-feira (21). O nome do professor já circulava entre os cotados para a pasta.

Rodriguez é formado em filosofia pela Universidade Pontifícia Javeriana e em teologia pelo Seminário Conciliar de Bogotá. Hoje é professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora.

+ ‘Se eu afundar, o Brasil todo vai afundar junto’, diz Bolsonaro

+ Michelle diz que rótulos contra Bolsonaro vão cair: ‘Ele é um príncipe’

A informação da escolha de Mozart vazou na quarta (21), um dia antes da reunião marcada com Bolsonaro para selar a indicação. Em nota, o Instituto Ayrton Senna disse que Mozart não foi convidado e que terá reunião com Bolsonaro nesta quinta-feira (22).

Nas redes sociais, após a veiculação do nome de Mozart e a reação da bancada, o presidente eleito disse que “até o presente momento não existe nome definido para dirigir o Ministério da Educação”.

Ao site O Antagonista, Bolsonaro afirmou que “não existe essa possibilidade”, ao comentar a nomeação do diretor do instituto.

Segundo relato à Folha de S.Paulo de pessoas próximas ao educador, ele foi sim procurado na semana passada e acenou ao futuro governo federal que aceitaria o posto.

O plano da equipe do presidente eleito era de que o nome fosse oficializado nesta quinta após a reunião, em Brasília, quando Mozart e Bolsonaro discutiriam condições para ele assumir a pasta.

Membro da bancada evangélica no Congresso, o deputado federal Sóstenes Cavalcanti (DEM-RJ) disse que os parlamentares levaram a insatisfação ao futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS).Onyx, segundo ele, confirmou que teve conversas com Mozart, mas que nada havia sido definido.

Cavalcanti afirmou que o nome de Mozart “desagradou e muito”. “Para nós, o novo governo pode errar em qualquer ministério, menos no da Educação, que é uma questão ideológica para nós”, disse.

O perfil do educador é classificado por servidores do Ministério da Educação como moderado. Em nenhum momento, por exemplo, ele deu declarações a favor do projeto da Escola sem Partido ou contra discussões sobre gênero em sala de aula.

Os dois temas, em debate no Congresso contra o que seria uma doutrinação partidária por professores, serviram para alavancar o nome de Bolsonaro no cenário nacional bem antes de sua pré-candidatura presidencial.

Com apoio dos evangélicos, o presidente eleito foi um dos líderes do movimento contra a discussão do que chamam de “ideologia de gênero” nas escolas.

No governo Dilma Rousseff (PT), ele denunciou a entrega para alunos do que, segundo ele, seria um kit em que se ensina a ser homossexual, o “kit gay”, e de um livro de educação sexual para crianças.

A campanha envolvendo esse tema serviu de motor político para Bolsonaro, como o próprio reconheceu.Mozart chegou a ser sondado pelo presidente Michel Temer (MDB) para o mesmo cargo em 2016, mas, na época, recusou. Da mesma forma, declinou de um convite de João Doria (PSDB) para integrar o secretariado da Prefeitura de São Paulo.

Antes de assumir o cargo no instituto, Mozart foi presidente do Movimento Todos pela Educação e professor e reitor da Universidade Federal de Pernambuco. Ele também foi secretário de Educação daquele estado.

Em 2010, em entrevista à Folha, ele disse ser necessário criar uma agenda para a educação que não seja de governo, mas de Estado.

“Há uma clareza muito grande de que, após a redemocratização do país, após a economia ficar sólida, a terceira revolução que a gente tem de fazer é a da educação: é preciso envolver toda a sociedade nisso”, disse.

O desejo inicial do presidente eleito era ter à frente da pasta a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, mas ela demonstrou resistência a assumir o posto.

Na semana passada, em um encontro sigiloso, Viviane e Mozart se reuniram com o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Após a reunião, Mozart negou à Folha que tivesse havido sondagem para o cargo ministerial durante a reunião.

Caso a nomeação se confirme, ela representará um ponto para a deputada eleita Joyce Hasselmann (PSL-SP), que foi quem apresentou Viviane a Bolsonaro. Ainda na campanha, Viviane visitou Bolsonaro em sua casa, no Rio de Janeiro.

Outra deputada federal com ascendência sobre Bolsonaro, Bia Kicis (PRP-DF), no entanto, reprova a nomeação de Mozart por considerá-lo “globalista”, ou seja, não alinhado ao Escola sem Partido.

Viviane é irmã de Ayrton Senna, piloto tricampeão brasileiro de Fórmula 1 que morreu em acidente em 1994, enquanto competia na Itália. Com informações da Folhapress.

Saiba quais são os principais desafios do governo Bolsonaro na Educação

Presidente eleito disse que estuda indicar o procurador Guilherme Schelb para a pasta

Depois de reação negativa da bancada evangélica sobre indicação para o Ministério da Educação, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), chamou de ‘fake news’ as notícias de que ele teria convidado Mozart Ramos para o cargo.

Ele não descarta conversar com Mozart, que é diretor do Instituto Ayrton Senna, mas disse que estuda indicar o procurador Guilherme Schelb para o MEC.

“Eu vou conversar hoje com o senhor Guilherme Schelb também. A gente conversa para tomar decisão lá na frente. É um ministério importantíssimo, como outros, e é ali que está o futuro do Brasil”, disse.

Schelb é procurador e defende bandeiras comuns a Bolsonaro e à bancada evangélica, como a proibição de que escolas discutam temas como gênero e sexualidade.

+ ‘Se eu afundar, o Brasil todo vai afundar junto’, diz Bolsonaro

+ Michelle diz que rótulos contra Bolsonaro vão cair: ‘Ele é um príncipe’

A bancada evangélica reagiu na quarta (21) a notícias de que Ramos poderia assumir o Ministério.

O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RS) disse que Ramos desagrada o grupo e pediu uma conversa com Bolsonaro para discutir a escolha para Educação.

Ramos nega que tenha sido convidado e aceitado ser ministro, mas a informação foi confirmada à Folha de forma reservada por pessoas da equipe do futuro governo.

O diretor disse em nota, na quarta, que vem a Brasília nesta quinta-feira (22) para conversar com a equipe de Bolsonaro sobre Educação. “Eu converso com todo mundo, não sei se ele vai estar em Brasilia hoje. Eu converso com ele sem problema nenhum. Já conversei no passado com a Viviane Senna, com outras pessoas”, disse o presidente eleito.

PRINCIPAIS DESAFIOS PARA A EDUCAÇÃO

BNCC (Base Nacional Comum Curricular)

O documento que indica o que as escolas públicas e privadas devem ensinar da educação infantil ao ensino fundamental está em fase de implantação nos estados e municípios. Ainda falta a parte referente ao ensino médio.

Ensino médio

Considerado o maior gargalo da educação básica, com altas taxas de abandono e baixos indicadores de aprendizado. A reforma da etapa, proposta pelo governo Temer, só pode ser posta em prática após a aprovação da BNCC referente à etapa (ainda está em discussão no Conselho Nacional de Educação). Além disso, parte do conteúdo poderá ser oferecido a distância.

Educação infantil

Menos de um terço das crianças de até 3 anos estão em creches. A meta incluída no PNE (Plano Nacional de Educação) é matricular ao menos metade das crianças dessa faixa etária até 2024. Na pré-escola, todas as crianças de quatro e cinco anos deveriam estar matriculadas desde 2016. No entanto, mais de 500 mil não têm vaga (9,5% do total)

Escola sem Partido

O projeto, que limita a liberdade do professor na sala de aula e veta abordagens sobre temas de gênero e sexualidade, tramita no Congresso. Bolsonaro é favorável à proposta e descreve a suposta doutrinação política como um dos grandes problemas da educação. Segundo especialistas, essa visão coloca em jogo o modelo de escola que o país deveria adotar.

Fundeb

O fundo, uma das principais fontes de financiamento da educação básica no país, deixa de valer em 2020. Novas versões são discutidas no Congresso Nacional, e propõe-se, entre outras coisas, ampliar a contribuição financeira da União. Com informações da Folhapress.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora